18.11.17

Doenças várias

O meu ordenado é tão elevado que dei por mim a procurar trabalho num desses sites cheios de ofertas de emprego aliciantes. Não é que faça questão de mudar de emprego, mas estava assim numa de fazer um estudo de mercado, sobretudo depois de perceber que muita gente onde trabalho tem dois, ou mesmo três empregos. Entretanto, acho que finalmente encontrei a minha verdadeira vocação: entre as inúmeras referências a estágios que fui tropeçando pelo caminho (não remunerados, como é evidente) e mais umas quantas em catadupa, como, "precisa-se de pai natal"... não é que encontro, "Precisa-se de pessoas com dermatite atópica"??. Não sei se dá para perceber a dimensão disto: É que é a minha oportunidade de brilhar... Por acaso até acho que tive uma dermatite atópica recentemente!! Bem, que sorte. Pelo sim, pelo não, fiz uma pesquisa no google para ver o que era, e tudo indica que é realmente aquilo que penso ser. Diz assim: "também conhecida como eczema atópico, é um dos tipos mais comuns da dermatite; É definida como uma doença crónica da pele que apresenta erupções e comichão...". É isto, senhores, é isto. Só pode ser isto. E mais, "A dermatite atópica pode também vir acompanhada de asma ou rinite alérgica". E NÃO É QUE EU TENHO RINITE!?? Acho que isto devia dar direito a mais uns extras no recibo de ordenado. Um acréscimo de 500 euros, por exemplo. Mas é assim... também aviso já, se for preciso contrair outras doenças, não digo que não. Estou aberto a novas experiências. Posto isto, se souberem de alguém que precise de um gajo com tendencias bipolares, com azia várias vezes por mês, bronquite, rinite, cáries dentárias, uma catarata ou outra, daltonismo, fobia social, disfunção da articulação temporo-mandibular esquerda,  frieiras no inverno, golpes de calor no verão... contactem-me o mais rápido possível.


2.11.17

Ele há coisas

Há nomes estranhos, que há, toda a gente conhece uma dona Anália... que ainda por cima são geralmente senhoras simpáticas e amistosas de alguma idade. Pior, pior, é saber que há quem tenha o nome de Anaïs. Eu conheço uma. Na casa dos 20, coitadinha. Felizmente não somos amigos. Nem nunca seríamos porque eu simplesmente não deixava. Também conheço uma Alaís, esta sim com pais com juizínho. Mas acabo sempre por perguntar-me o que teriam estes progenitores na cabeça para lhe darem aquele nome tenebroso. Acharam por certo que uma tónica mais acentuada na ultima silaba tiraria, assim de imediato, a associação à pratica sexual? Pensaram mal. Eu processava os meus pais que, graças a Deus, me deram um nome decente. A minha mãe confessou ter visto um filme religioso aquando da escolha. Assim de repente até parece que me chamo Jesus, mas não. Já os pais da Anaïs estariam, por certo, também eles a ver um filme ou outro. Arrisco alguns nomes: o "Entrando pelos Fundos", ou o "Analconda". Mas tudo muito bem, uma pessoa esquece esta gente no seu dia a dia, a menos que no trabalho não haja volta a dar: e quando se tem de anunciar que o novo selecionador da seleção Austríaca, se chama Franco Foda? E que uma promessa do rugby inglês, de 19 anos, se chama Dino Lamb-Cona? A coisa complica-se. É que se uma Larah com h já me deixa nervoso, agora imaginem.


15.10.17

Literatura da Boa #2

Cerca de 1000 páginas sobre os esgotos de Lisboa... ora bem, por onde é que eu começo? Se calhar por afirmar que sempre quis saber o trajeto do meu cocó. Razão mais que suficiente para mergulhar nestas páginas submersas em águas que deambulam por entre os muitos quilómetros de canos, nesta bela cidade, à beira rio plantada. Arrisco dizer que acho mesmo que o cocó tem uma vida secreta que merece ser explorada. Se, como eu, acham que o vosso cocó têm uma vida dupla, assim a fazer lembrar o  Toy Story (versão dejetos, ora parecem muito sossegados, ora estão em amena cavaqueira), então não percam tempo e agarrem já o vosso exemplar! Este já tem um aspeto assim um bocadinho carcomido pelos bichos, mas aposto que não será difícil meterem a mão... num deste cobiçados exemplares! Lembro-me quando a malta andava louca a ler o Perfume de Patrick Suskind e havia quem jurasse a pés juntos que, durante a leitura, lhes cheirava a peixe podre e outros cheiros que tais. Espero sinceramente que este não cheire a merda. Mas com um bocadinho de sorte é ilustrado. Com um bocadinho de sorte, também, é capaz de por lá andar o cocó da Madonna e do Sócrates, a confraternizarem. 




2.10.17

A sabedoria da Irina Shayke

A Irina diz, no novo anuncio da marca italiana Intimissimi, que a beleza vem do interior! É evidente que vem Irina, que tu com essa fronha tá bem tá, é bom que ao menos sejas bonita no interior, já basta o que se vê. Aliás, a marca de roupa intima feminina só selecionou a modelo, ex-namorada do Cristiano Ronaldo, depois de lhe fazer criteriosos exames pormenorizados (a rapariga estava a ver que não saía do centro de saúde lá da terra dela). Sabe-se agora que foi inclusive obrigada a fazer uma colonoscopia (e só Deus sabe como ela sofreu, já que foi com anestesia geral; a miúda estava a ver que se passava para o outro lado...). Entre os demais exames exigidos, para garantir que toda ela é gira que se farta por dentro e, obviamente, comprovar que a beleza vem mesmo do interior, estavam também várias eco dopplers fetais! Durante a análise de fezes notaram alguns parasitas mas garantem que cheira a Pacco Rabanne (ainda lhe falta um ou outro exame ginecológico, mas a marca decidiu avançar com a campanha). Em boa verdade (aqui para nós, que ninguém nos ouve) a Irina só chegou onde chegou porque tem um coração de oiro.


22.9.17

Tony Estamos contigo!

'Tony estamos contigo!!!', é por certo o que dizem (que é como quem diz, gritam como galinhas a ser degoladas) as fãs neste momento. Eu sei que já chego tarde e que entretanto a TVI já se aproveitou e fez uma entrevista com ele, logo não há grande coisa a acrescentar, bem sei... mas nada me demove deste sentimento que urge em dizer o que está aqui na garganta entalado: Fã que é fã não se deixa abalar por pouco mais de uma dezena de canções assim... a modos que açambarcadas a outros indivíduos que, muito provavelmente, também se inspiraram noutros cantores pimba. Não me venham com histórias, que é só o Tony, porque não é, não senhor! Se pensarmos bem, as fãs agradecem, por certo, o esforço de roubar que o Tony fez durante todos estes anos, tudo em nome do seu amor por todas elas. O Tony é assim uma espécie de Robin dos Bosques, que roubava aos ricos - os franceses que ouviam de Françoise Hardy para cima - para dar aos pobres, os portugueses com sede de canções de fazer chorar as pedras da calçada. Usurpar assim canções de outras pessoas não é fácil, não é para qualquer um, temos de dar aqui algum mérito ao cantautor, pois durante anos ninguém deu por nada. Parabéns Tony!

Entretanto alguém que ponha um açaime na Maria Vieira que de repente odeia toda a gente e não se coibiu de lançar farpas ao nosso querido e adorado Tony. Mas sabem o que mais me indigna no meio disto tudo? É que entretanto não consigo parar de cantar a versão: "Despues de ti no hay nada, ni sol ni madrugada...". E não é que afinal a musica até é bonita?? E NÃO É QUE EU, ASSIM COMO QUEM NÃO QUER A COISA, DESCUBRO AGORA, ATÉ GOSTO DAS MUSICAS DO TONY???





16.9.17

A verdadeira inovação do novo Iphone X

A nova e mais empolgante inovação do novo Iphone X, que estará, à partida, disponível a 3 de novembro por estas bandas, será... tchan tchan tchaaan tchaaaaan... O PREÇO! É verdade. "O que raio vamos nós inovar desta vez??", pensaram eles. Os preços partem dos 1179. Isto o mais baratinho, em que mal cabe duas fotografias. Diz que o iphone X é o "futuro dos smartphones". Se o futuro é isto, então estou com medo de 2030. Por essa altura uma pessoa para poder fazer uma chamada vai ter de desembolsar uns 20.000 euros e ainda doar um rim, o baço ou quem está disposto a dar tudo... o rabo. 

Diz que há um sistema de reconhecimento facial! Mas que grande novidade futurista. Em 2030 os smartphones, nomeadamente da Apple, vão certamente conseguir perceber se os seus donos são bonitos ou feios e por essa altura vão se desligar e eventualmente explodir se a pessoa for assimétrica. E se eu tivesse um irmão gémeo? Foi a primeira coisa em que pensei. Então e vamos que duas irmãs gémeas são separadas à nascença e depois uma é extremamente má e quer a herança toda só para ela, estando disposta a tudo para atingir os seus objetivos (inclusive a não se coibir de roubar o telemóvel à irmã para ter acesso a dados importantes do testamento)??? E vamos que o iphone X não consegue ver as diferenças entres estas irmãs?? Por certo isto vai ser retratado numa novela qualquer da TVI com 5.000 episódios. E não me venham com a história de que os irmãos gémeos são inseparáveis, muito amigos, que quando estavam na co... na barriga da mãe estavam de mãos dadas e que por isso estas coisas não acontecem... já se esqueceram da irmã da Phoebe dos friends, a Ursula???? 

O iPhone X diz também que traz animojis. São emojis personalizados que podem ser enviados seguindo o movimento da cara dos seus utilizadores. Pára tudo, pára tudo, porque emojis que se mexem consoante o meu estado de espírito dá-me já vontade de ir a correr para a loja e acampar durante uns meses até este chegarem finalmente. É que ainda por cima saber que a câmara é de 12mp, também me faz saltitar de alegria. Uma Canon 5D tem 30mp , pessoas. E os Samsungs têm 12 mp há coisa de 3 anos, pelo menos. Inovação era o iPhone reconhecer o seu dono através do reconhecimento do pénis. Assim como assim a malta já só usa o telemóvel para mandar nudes. 

Há pontos muito positivos, calma. Diz que este iPhone traz uma evolução na realidade aumentada. Vai permitir, por exemplo, que a IKEA tenha uma aplicação que permite a qualquer pessoa ver se os móveis ficam bem na sala, no quarto ou na cozinha, em vez de termos de sair de casa e acabarmos mais perto de levar um tiro na buraca (porque nos perdermos) do que a andar a roubar lápis à balda na loja sueca. Eu acho o máximo porque finalmente vou ter um móvel do IKEA lá em casa (não tenho nenhum e é triste), isto já montado... o que faz toda a diferença. 

Entretanto fazer com que a bateria dure uma semana, é mentira. Fazer com que uma pessoa não tenha de carregar o telefone três vezes ao dia, já no seu fim de vida, como eu faço neste momento, não parece importante para estes queridos. Mas pronto, não quero saber, vou comprar. Vou comprar nem que para isso tenha de passar fome durante um ano e faça refeições na comunidade Vida e Paz.