20.5.15

A melhor receita de sempre!

Sou realmente bom a não fazer nada na cozinha! Por exemplo, sei perfeitamente como não fazer um bolo. Chego até a ter uma receita, imagine-se. Começo por não comprar rigorosamente nada no supermercado para esse fim. Ora então, farinha, fermento em pó, manteiga, ovos, essas coisas todas que, não se misturando, auguram algo absolutamente inexistente. Depois não se pré-aquece coisíssima nenhuma, deixa-se portanto o forno frio, quanto mais frio melhor. Ali nos 0 graus é o ideal. Podem aproveitar e dar, à falta de espaço, alguma utilidade ao forno: arrumar livros, sapatos, o que quiserem. Voltado à receita, lembrem-se, é sempre necessário não desarrumar loiça absolutamente nenhuma, deixando tudo onde está. No modo de preparo não se bate claras em castelo, nem se acrescenta gemas. Escusado será dizer que não é preciso colocar açúcar e bater mais umas quantas vezes até aquilo estar no ponto. Logo, dispensa-se as medições patéticas e os cálculos matemáticos, complicados para energúmenos. Não se coloca nunca farinha, nem chocolate em pó, nem fermento, nem raspas do que quer que seja, nem manteiga, nem leite, nem chávenas de óleo gordurosas, nem frutos secos, nem bolachas. A minha parte favorita é a de não ter de forrar rigorosamente nada com papel de alumínio e, claro, não ser necessário untar a porcaria do tabuleiro. Surpresa das surpresas, o nosso bolo nunca ficará queimado, nem a cozinha ficará com um cheiro a unidade de queimados intensivos. Também não haverá perigo de incêndio, só boas razões para não por as mãos na massa. Hoje em dia toda a gente sabe fazer bolos com uns 30 andares e tratam os tachos por tu. Eu, bem, eu continuo a tratá-los por você e a manter um certo nível de distância. Não há cá intimidades. Por exemplo, só recentemente descobri o que são ramekins, até então pensava que eram uma espécie aborigene da Austrália. Parem de saber cozinhar, parem de fomentar o aparecimento de programas de culinária idiotas. Brotam chef's de cozinha como cogumelos. Mas isto se calhar sou eu, completamente ressabiado por não saber fazer um bolo de iogurte. 


Sem comentários:

Enviar um comentário