15.5.16

A Eurovisão e as Chamuças

Juro que só vi um bocado do festival da Eurovisão. E porquê? Primeiro porque estou na fase em que não tenho vida, na verdade é quase todo o ano, mas agora então excede em muito o espectável. Como tenho tanto para fazer qualquer coisa na televisão torna-se apetecível, por mais foleira que seja. Depois porque também uns meros 5 minutos são suficientes para um tipo ultrapassar a dose diária recomendada de riso. Isto até podia nem ser verdade, mas é, e no fundo há que celebrar o sentido de humor da Europa. É um misto de risada geral e vergonha alheia, mas faz bem à pele. O mais giro de tudo nem foram as músicas que isso já se sabe, há sempre uma dose elevada de mau gosto e farpelas que não lembram a ninguém, nem à Paula Bobone. Este ano havia uma espécie de Carmen Miranda e vistas bem as coisas não ser barbuda já é uma sorte. Mas o que eu mais gostei de tudo foi de ouvir uma das vozes off, da dupla portuguesa da RTP, que não faço a menor ideia de quem sejam, a apresentar o duo britânico! Foi o momento alto da noite. E então passo a citar, que isto é uma preciosidade: "são amigos (...) e gostam de galinha com piri-piri". Não é genial? Mas há mais, a representante de Itália diz que gosta de, imaginem lá? Rufar de tambor... Pizza! Outra coisa, alguma alma que me explique o porquê de a Austrália estar na Eurovisão? Algum iluminado que elucide esta gente e lhes mostre um mapa com os países que fazem parte da Europa, ou sou eu que estou parvo e não estou a ver bem a coisa, e afinal a Austrália faz ali fronteira com a República Checa e a Eslováquia? 


Sem comentários:

Enviar um comentário