5.5.16

Enfardar antes de ir às compras

Pois bem, estou a enfiar tudo quanto é humanamente possível de enfiar no bucho, isto antes de ir às compras a um supermercado aqui ao virar da esquina. É evidente a razão, já toda a gente sabe o que é que acontece quando nos enfiamos dentro de um supermercado e estamos com uma larica do caraças, ou quando o estômago não pára de produzir barulhos estranhos, o que provoca o olhar de reprovação ou despoleta aquele silêncio constrangedor em que, na verdade, só consigo pensar: Será que pensou que eu dei um peido? Dúvidas que assolam a humanidade, eu sei. Mas isto para dizer que estou a trincar tudo o que me aparece à frente, não vá eu ser tentado a comprar tudo quanto é porcaria existente na superfície. Batatas fritas então, é a loucura. Eu se pudesse tinha sexo com uma batata-frita, ou várias de preferência. Fazimos sexo na cozinha principalmente, mas também podia ser no quarto, ou na sala - não me importo de fazer publicamente inclusive. Era onde a bela da batata quisesse. Toda descascadinha só para mim. Isto de dietas saudáveis veio destruir a nossa relação e estou em celibato há uns anos. Ainda por cima sempre que lhe dou umas trincas fico logo com uma espécie de DST dos tubérculos. Devo ser alérgico e ganho logo borbulhas irritantes e nojentas. Mas é que é tiro e queda. Por estas e por outras estamos numa relação platónica, senhores, há tempo demais! Às vezes vejo pessoas a comê-las e fico roidinho de inveja, pronto a dar uma facadinha naquela relação, arrancar todo aquele pacote (da matutano, ou outra, que eu cá não sou esquisito) à bruta, e tê-lo só para mim. Sendo assim, para evitar estes danos, estou agarrado a bolachas de água e sal, o que já se sabe, é praticamente a mesma coisa. NÃO... CARAÇAS, NÃO É. Ajudem-me... Chocolates também existe a tentação, sim. Ou salsichas. Ou sabonete, ou as cápsulas da máquina de lavar, pois de repente tudo parece apetecível. E quando a senhora da caixa me pergunta, "é só?", já estou eu a questionar se aqueles dois carrinhos serão suficientes, e vai na volta ainda vou buscar um queijo emmental. A esta hora estão a imaginar-me com cerca de 120 quilos à espera de uma vaga para pôr a banda gástrica, ou assim. Não podiam estar mais enganados, acreditem. Se alguma vez tiverem esta propensão como eu, antes de ir às compras, levem o que podem à boca para evitar males maiores, nem que seja papel! Sim, façam como as modelos que até papel higiénico lhes serve. 


Sem comentários:

Enviar um comentário