7.7.16

Médicos Indiferenciados o caraças!

Tão preocupados que os meninos andaram ultimamente, preocupadíssimos que só eles: "ai se eu não entro na especialidade que quero, onde é que eu vou parar? Tu queres ver que me tenho de mudar para outro país para receber uma fortuna??". Suores frios atormentaram estes queridos, que passaram noites em claro só de se imaginar num centro de saúde ranhoso, cheio de gente sem classe para aturar, algures em Moimenta da Beira a receber 2000 euros, isto na pior das hipóteses. Desolados que eles passam ao fazer o ano comum, que é uma espécie de estágio profissional, no qual ingressam assim que acabam o curso sem cá mas nem meio mas, sem mariquices daquelas que só os burros precisam: a bela da inscrição num centro de emprego, entrevistas todos os dias? Qual quê! Começam logo a por a mão na massa (que é como quem diz, no lombo do pessoal) a receberem assim uns 1200 euros à grande!! Alguma vez viram algum médico numa caixa de supermercado, porque não tinham emprego na área? Pois, eu também não tenho ideia de ver. Bem sei que passam anos a estudar, e isso eu até percebo... levar com o Harrison em cima não deve ser nada fácil, principalmente quando aquilo tão pouco diz sobre a realidade portuguesa, e um tipo tem de decorar percentagens que não lembram a ninguém sobre um qualquer estado norte-americano. Eu cansava-me só de lhes pôr a vista em cima, quanto mais ler aquilo umas 6 vezes. E jantares a falar de doenças? Era pior que ir ao google - ainda não tinha começado a fazer a digestão já estava a padecer de uma septicemia psicológica. Gosto das expressões bonitas que têm, do género "teve alta para o céu", de repente até parece fofinho de se dizer, mas experimentem ouvir em tom irónico e frio... Posto isto, é só para dizer que detesto hospitais, e se já não gostava de médicos, agora tenho a certeza que relações amorosas com esta classe é para esquecer, equivale mais ou menos a andar com uma bula de medicamento: parece que é bom, que nos vai fazer bem até começares a ler tudo, e perceberes que está cheio de efeitos secundários indesejáveis. 


Sem comentários:

Enviar um comentário