11.7.16

Tinha de Ser!

Tinha mesmo de ser ontem, tinha de ser agora! Ainda em jeito de balanço do jogo e da vitória, agora vejo que não podia ter sido em 2004, não podia ser com uma música cantada pela Nelly Furtado. Não!!!! Além disso seria muito tendencioso e nunca teriamos o mesmo crédito pelo feito. Também, olhando agora com um distanciamento necessário, erguer a taça em Portugal seria bonito, seria, mas nunca teria a magnitude que teve ontem. O que me apraz dizer? Que, em 2004, ainda bem que a Grécia nos colocou naquela posição, num pranto nacional. Na altura foi um pesadelo, foi,  mas ainda bem, porque esta vitória, a de ontem e dos próximos 4 anos, trouxe até 2016 muitas pessoas ávidas de uma taça, com uma derrota sofrida gravada na memória coletiva, latejante, já transmitida a uma geração mais nova. Mais, levou jogadores cheios de ganas. Um caminho árduo mas muito saboroso! Ver miúdos de 12 anos a celebrar, fervorosos, é soberbo! Aquela velha máxima de sermos negativos por natureza, de não perspectivar em bom para não agoirar será só, por certo, de hoje em diante, uma forma arcaica que os Portugueses tiveram de encarar os desafios. Nem que seja somente por isso: obrigado, muito obrigado Fernando Santos! #primeiroatraçadepoisataça. 


1 comentário: