7.9.16

Lets Get Physical

Tenho de agradecer ao senhor obeso que eu encontro no ginásio, porque me faz sentir cheio de vontade de fazer exercício e de pedalar como se não houvesse amanhã. Toda a gente sabe que os ginásios estão impregnados de armários, no balneário masculino então é vê-los a pavonearem os seus rabos para a frente e para trás. "Ai que me esqueci da toalha", ou "caraças, agora esqueci-me do gel de banho", tudo para justificar o desfile a mostrar os biceps e afins (pilas com fartura). E pronto, um tipo que acabou de meter os calcanhares naquele espaço de muito suor, já quer é fugir dali para fora, refugiar-se em casa a ver filmes e séries enquanto come batatas fritas e gelado com umas 600 calorias por 100gramas. Tenho a convicção que deveria haver ginásios por níveis, assim não tinha de levar com estes machos alfa narcisistas. Pronto, está bem, se calhar sou só eu cheio de inveja por não estar todo sarado a enfiar batidos de proteína guela abaixo, mas também querem uma pessoa motivada a ver isto todos os dias? Ao menos as pessoas gordas deixam-me a pensar "se esta pessoa tem espírito de sacrifício, então eu também tenho de ter!". Posto isto, vai um agradecimento sentido ao senhor com uns 150kg que costuma fazer exercício ao meu lado cujo nome desconheço. Sou seu fã.

A minha experiência com ginásios não é de agora. Não é todo um mundo novo. A ultima vez que frequentei um, cansado, decidi fazer uma pausa para o lanche. Pausa essa que dura até hoje e nisto já vão uns 7 anos. Este interregno fez-me bem e não sei se não vou acabar a fazer outro, desta vez a durar bem mais. É que esta manhã acordei e não me consigo mexer. Subir escadas? está a ser um suplicio. Sentar-me na sanita? Também. Eu sei que estas dores fazem parte, sim, até aí tudo bem. Um tipo deixa de fazer exercício um mês e parece logo inválido no dia a seguir a levantar um peso de 2kg. Sinto que andei à luta com a Joana Vasconcelos, e perdi. Ando a sonhar com uma sociedade que proíbe todo e qualquer exercício físico. Algo completamente ilegal. Uma flexão era suficiente para ir para a cadeira eléctrica. As pessoas geneticamente abençoadas tomavam proteína até ficarem gordas. 

O mais lindo foi que, durante a minha avaliação física fiquei a saber que tenho 1% de gordura visceral. Mas então, por que raio não tenho eu um six pack?? Porquê?? Será preciso ter 0%, mas isso não significa estar completamente morto? Melhor, há algo que me anda a perturbar: quando olhei para o meu plano de treinos, com alguma informação sobre o meu peso, massa muscular e essas tretas todas, está algo deveras perturbador! "idade metab. 12". Ora bem, alguém que me explique o que isto significa? É que assim de repente, parece-me que eu tenho um metabolismo de um puto que ainda não descobriu a masturbação. Se bem que eu descobri mais cedo... Será que isto significa que eu até posso comer uma banana e um cavalo e que, depois de subir 5 andares, já gastei todas as calorias ingeridas? Era o que eu temia, não era? 

Depois da avaliação meti-me logo a fazer o plano de treino, cheio de vontade, razão pela qual não me tenho mexido nos últimos dias, que até a ponta dos dedos estão a latejar. Entretanto, cheio de fome, e porque o PT disse que eu tinha muito que enfardar e abusar em hidratos de carbono, onde é que eu decido ir comer? McDonalds, pois é evidente! Ah é?? Ah tenho de engordar?? Não é tarde nem é cedo, bora lá comer porcaria! Depois senti-me mal e estava cheio de medo de ver alguém do ginásio com ar reprovador, dei por mim à procura da mesa mais escondida possível, não me fossem aparecer para piorar, a comer refeições saudáveis do Vitaminas. Comi tão à pressa que, só depois de muito andar a entrar em lojas, dei conta que tinha ketchup a escorrer pela t-shirt da DC. ketchup all over the place. O crime não compensa.


Sem comentários:

Enviar um comentário