6.10.16

Love birds no Ginásio

Aquece o coração ver casais no ginásio. Ele aguarda que a sua mais que tudo faça as 30 elevações e, enquanto isso, também lhe segura a toalha e a garrafa de água. É adorável. Depois ela, cansada pois está claro, acaba finalmente e é a vez dele puxar ferro como gente grande. Nisto conversam e olham um para o outro com um ar estafado mas cúmplice no sacrifício. Entretanto estou eu à espera que a parelha se despache para eu poder usar a máquina. É que, sou obrigado a questionar-me, mesmo sendo um casal e usando o mesmo ginásio, à mesma hora, não precisam necessariamente de estar a usar a mesma máquina, ou será que têm? Acham, pergunto-vos eu encarecidamente, que dava para deixarem de estar alapados, sempre em cima um do outro, assim uns loucos 2 metros? É capaz de ser muito, não é? O máximo que já estiveram separados foi 10cm, não foi? Como é que fazem para tomar banho? Vão para casa todos transpirados e só tomam os dois agarrados cheios de espuma? Sim, de facto, estar em balneários separados poderia criar alguma ansiedade no casal e pode ser destrutivo da relação. Aliás, vários estudos de universidades conceituadas confirmam que 10 em cada 10 casais que estão no mesmo ginásio, quando não estão juntos, têm maior propensão para a separação e, pior, de obter resultados favoráveis. O mesmo estudo diz que só perto do seu mais que tudo é que se consegue, em apenas um mês, parecer a Sara Sampaio. Caso contrário, continuaram a parecer a Joana Vasconcelos. É assim a vida. 

Ás vezes não tenho bem a certeza se estou num ginásio, ou se fui parar a um evento do dia de São Valentim. É que não se trata de um casal de quando em vez, nãoooo caraças, são vários num dia o que prejudica em muito a minha performance. Vá lá, peço-vos, deixem de ser coninhas de cristal, parolos de primeira, broncos de segunda, e deixem-se respirar um ao outro. Acreditem meus caros e ilustres amigos, vão por mim que sei do que falo... essa mania de estarem agarrados 24 horas por dia torna-se tóxica e quando derem por isso ou estão ao estalo um ao outro ou, pior de tudo, estão casados.


Sem comentários:

Enviar um comentário