26.11.16

Dia de Ação de Graças

Só para notificar que ontem foi o dia de Ação de Graças, como todos vós sabeis por certo e que, para que fique para a posteridade, ficam a saber que fiz uma Apple Pie sozinho! Completamente desprovido de ajuda. Com alguma divina, talvez. O que importa é que estou verdadeiramente orgulhoso desta minha proeza e irradio felicidade, tal qual Gustavo Santos, num momento de exacerbada alegria e espirito positivo, provavelmente sobre o efeito de LSD. Só eu sei o que custou. Primeiro porque escolher receitas não é fácil e, como sou uma virgem dos tachos, tudo parecia altamente complicado. Não satisfeito com o grau de dificuldade, ainda por cima, dei por mim a misturar três receitas diferentes. Porque, deixar claro, numa gostava de como faziam a massa, na outra já gostava das especiarias que levava etc e tal. Tinha tudo para dar uma grande merda pois tinha... mas, pasme-se, não deu!! Está bem que a fazer o topo da tarte ia arruinando tudo, está bem que a tarte me ia caindo ao chão quando a estava a tirar do forno, está bem que ia ficando com uma queimadura em 99% do corpo... mas no fim soube-me pela vida. Nem era pelo sabor. Também não era pela consistência, até porque quase precisamos de uma serra elétrica para a partir... mas consegui. Não é por nada, mas como tenho dificuldades em estrelar um ovo, e sinto que preciso de uma armadura para o efeito, acho que finalmente passei de um Avilez (que não cozinha nada) para uma Filipa Vacondeus (só que ligeiramente mais vivo. Não muito mais); e pronto, é isto. Há fotos sim senhor, ainda que más. Daqui para a frente vai ser a loucura das loucuras e já estou a pensar fazer um bolo com 30 andares, no mínimo. 








Sem comentários:

Enviar um comentário